• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    03/02/2020 08h13 - Atualizado em 03/02/2020

    Entre prosas: Anderson França

    ?Construímos uma marca nova, sólida e que representa toda a força do jornalismo regional?

    Novo projeto gráfico da Folha da Manhã mostra adaptações que também serão vistas, em breve, no portal Clic Folha

    "Hoje, mais do que nunca, a informação tem o poder de impactar a vida de milhões de pessoas através de um clique. A maneira de se relacionar com a informação também mudou. Você começa a ler um jornal impresso pela manhã e, durante o dia, você acompanha a evolução da notícia pelo seu celular."

     

     

    PASSOS – Pesquisas no mundo inteiro apontam que os veículos de origem impressa estão repensando a produção e distribuição de seus conteúdos. Com a Folha da Manhã, que acaba de completar 37 anos, não é diferente. O jornal impresso estreia, hoje, seu novo projeto gráfico, resultado de meses de pesquisa. A execução do projeto ficou a cargo do publicitário Anderson França, sócio-diretor da empresa Oro Comunicação, de Belo Horizonte. Segundo o publicitário, o desafio maior foi o de unir os valores tradicionais do jornalismo impresso, como relevância e veracidade, com as características próprias do meio digital, que o portal Clic Folha também apresentará em breve.

    O trabalho da empresa Oro Comunicação buscou entender como os jornais impressos tradicionais trabalham para trazer o melhor conteúdo para seus leitores e aplicar essas práticas na Folha da Manhã.

    “Estudamos casos de grandes periódicos no mundo todo, para compreender como esses grandes players internacionais se movimentam conforme as necessidades de seus leitores. E assim construímos uma marca nova, sólida e que representa toda a força de um jornalismo regional sério, íntegro e, sobretudo, atual”, afirma o publicitário Anderson França.

    Segundo o publicitário, embora todos sigam com fortes versões impressas, os jornais mundo afora estão adaptando as formas de trabalho para o atual contexto, em que uma nova geração de leitores informa-se cada vez mais no ambiente on-line. E o resultado do novo projeto gráfico da Folha da Manhã mostra essas adaptações, que também serão vistas, em breve, no portal Clic Folha. Na prática, tanto no impresso quanto no portal, o jornalismo regional da Folha da Manhã manterá sua essência: levar informação verdadeira e relevante como prestação de serviço para o maior público.

    “A Folha da Manhã está em pé de igualdade com os maiores veículos de comunicação do Brasil e foi projetada para ser um canal multiplataforma adaptável aos diferentes gadgets da atualidade”, destaca.

    Folha – Como foi o processo de escolha da nova identidade visual da Folha da Manhã e do portal Clic Folha?

    Não é surpresa pra ninguém que com a evolução da internet e de tudo que ela possibilita, houve uma mudança significativa nos modelos de negócios que eram considerados inatingíveis em seus segmentos. A maneira de se locomover, de pedir comida e até de investir mudou, e junto disso, toda a indústria por trás desses mercados tiveram que evoluir, automatizar seus processos e estar presente em um ambiente até então desconhecido: o digital. A verdade é que até hoje empresas lutam para se adequar a essa nova perspectiva de vender seus produtos, serviços e se relacionar com seus públicos e clientes. E, nesse cenário, foram impactados todos os veículos de comunicação. Não ficaram para trás só os
    jornais e revistas e demais impressos, mas também os canais de TV e rádio. A sobrevivência dos modelos já existentes foi amplamente discutida, mas a verdade é que além de toda essas mudanças e disrupções, a essência dos veículos de comunicação não ficou pra não ficar ultrapassada, tomou força como nunca vista antes na história.

    É a essência e a credibilidade de veículos como a Folha da Manhã que os mantém e projetam para um futuro repleto de possibilidades. A notícia não para, não estaciona. É fundamental que um veículo tão importante consiga nutrir os novos hábitos de consumo dessa nova geração em todos os canais.

    Foi baseado em todo esse contexto, com o auxílio de pesquisas e cases bem sucedidos, que projetamos a nova identidade da Folha da Manhã. Estudamos casos de grandes periódicos no mundo todo, para compreender como esses grandes players internacionais se movimentam conforme as necessidades de seus leitores. E, assim, construímos uma marca nova, sólida e que representa toda a força de um jornalismo sério, íntegro e, sobretudo, atual.

    Folha – Quais pontos dessas mudanças merecem ser destacados?

    Todos! Desde a nova marca da Folha da Manhã ao novo projeto gráfico impresso e digital. Toda a construção da identidade foi pensada de uma forma única, que conecte o jornal impresso, que tradicionalmente usa tipologia serifada, e a plataforma digital, que utiliza grandes imagens, tipologia sem serifa, cores vivas. A ideia nunca foi deixar pra trás a tradição de ler um bom jornal impresso, mas, sim, unir essas duas realidades para acompanhar os novos hábitos de consumo da informação.

    Folha – Essas mudanças colocam a Folha em outro patamar, se igualando aos principais jornais do Estado e do país?

    A fonte de pesquisa para esse novo projeto foi baseada em um extenso benchmarking no Brasil e no exterior. Grandes jornais já passaram por essas mudanças, outros estão em processo de implementação, e não tem jeito melhor de aprender do que com experiências bem sucedidas, não é?! E as mal sucedidas também. Podemos dizer que a Folha da Manhã está em pé de igualdade com os maiores veículos de comunicação do Brasil em nível editorial e agora também visualmente, projetada para ser um canal multiplataforma adaptável aos diferentes gadgets da atualidade: celulares, desktops, tablets e o que mais está por vir.

    Folha - Essas transformações atendem à necessidade do leitor, que busca mais interatividade entre conteúdo impresso e as plataformas digitais?

    A origem do novo projeto gráfico da Folha da Manhã veio da vontade de modernizar o portal de notícias do jornal, que hoje já conta com quase cem mil visitas por mês. A direção percebeu o grande potencial que a publicação tem de chegar a todos os Estados do Brasil e do mundo e resolveu apostar em uma evolução total. Além disso, as novas gerações já possuem um jeito totalmente diferente de se relacionar com a informação. A notícia não para, e precisa estar disponível nos principais pontos de contato, seja em um jornal impresso com um texto editorial profundo ou uma notícia rápida no celular, pra ler enquanto se locomove entre um ponto e outro. Os vídeos informativos também são uma nova maneira de passar informação, é um formato mais jovem, mas que serve para todas as idades. Portanto, o que começou por uma necessidade de modernização advinda das novas plataformas digitais, mais especificamente dos smartphones, se transformou em toda uma nova identidade visual moderna e, claro, no projeto gráfico que vocês têm em mãos hoje.

    Folha – O mercado publicitário pode ser beneficiado com essas mudanças? De que maneiras?

    Eu diria que não só o mercado publicitário, mas principalmente os anunciantes. Hoje, não se cria apenas peças que começam e terminam no impresso. Por muitas vezes, o jornal impresso é apenas o início, uma forma de instigar o público a querer buscar mais informações. Assim, ganha tanto o mercado publicitário em espaço para criar, quanto anunciantes em sua otimização de verba e, até mesmo, o leitor, pela possibilidade de conhecer melhor esses produtos e serviços.
    Em breve o novo site trará ainda mais novidades. Aguardem.
     

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2020 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus