• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    20/10/2019 06h00 - Atualizado em 19/10/2019

    Sempre alerta sobre MGS

    PASSOS - A presidente do Sindicato dos Empregados  (Sempre) da Prefeitura de Passos, Nelza Efigênia dos Santos Costa, aponta que o contrato firmado pela administração municipal com a empresa Minas Gerais Administração e Serviços (MGS) para a terceirização de mais de 414 postos de trabalho fica pelo menos o dobro do valor para a Prefeitura em relação a servidores concursados. Ela assegura que, assim que sair a primeira lista de pagamentos, vai procurar o Ministério Público.
     
    De acordo com Nelza, a preocupação vai além do contrato com a MGS. “Toda a terceirização tem se apresentado preocupante para nós do sindicato. A terceirização é prejudicial ao trabalhador. Só o contrato da MGS, no valor de R$2.752.293,52, é maior que a folha de pagamentos de toda a Educação, uma das maiores pastas, que tem mais de 600 profissionais, sendo que a folha não supera R$2 milhões. Em reunião, o secretário de Administração informou que são 246 da MGS e, se for isso, a situação piora, e muito”, assegurou.
    Matéria exclusiva para assinantes

    Faça já a sua assinatura, tenha o jornal impresso em sua casa ou dê de presente para quem você gosta e ganhe o acesso nas páginas digitais pela internet, ou seja: Versão Impressa + Digital.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus